O bebê de Rosemary, de Ira Levin

folder.jpg

Olá 😀 Como estão?

Tem tanto tempo que não falo sobre livros aqui que acho até que já perdi o jeito. De qualquer forma, mesmo assim vou tentar tirar a poeira.

Já queria ler o livro há um tempo e ele estava mofando aqui no kindle. Como ultimamente tem sido um milagre conseguir ficar concentrada em algo e a experiência anterior que tive com o autor Ira Levin foi a de uma leitura leve e que flui rápido, o livro parecia o ideal pro momento.

O autor narra, em 224 páginas, a história de Rosemary e Guy Woods, um casal recém casado. Eles acabaram de se mudar para um edifício famoso e há muito cobiçado por Rosemary, mesmo com todas as histórias no mínimo estranhas que supostamente ocorreram nele.

19f618ec5dcf05d0b88c5293fbf191f2.jpg

Logo que se mudam, Rosemary e Guy fazem amizade com Minnie e Roman, o casal de idosos que mora ao lado. Os vizinhos passam a ter uma atitude superprotetora e extremamente grudenta, mas Rosemary associa isso à carência de ambos por não terem filhos somada ao fato de Guy talvez estar preenchendo a saudade que sente da família com o carinho dos velhinhos e acaba relevando, mesmo sentindo que sua privacidade estava sendo invadida. Rosemary engravida e aos poucos vai notando que as gentilezas dos vizinhos são, na realidade, um pouco incomuns.

giphy (1).gif

De início pensei que o fato de os personagens serem um pouco estereotipados faria com que o livro fosse mais pro lado humorístico do que de suspense. Na maior parte do tempo, Rosemary é a típica mocinha que saiu do interior pra tentar a vida na cidade grande, o que sua família não aprova. Guy é o cara bonitão, um pouco mais velho, galanteador e com um ego do tamanho do mundo, e os vizinhos são os caipiras (na adaptação para o cinema, isso é algo MUITO chato), aquele casal velhinho com gostos exóticos que refletem até mesmo no vestuário e que fazem qualquer um sentir dó de dizer não.

O livro é marcado por pequenos – ou nem tanto – acontecimentos incomuns em meio à rotina super entediante de dona de casa da personagem principal. As coisas ficam mais interessantes à partir da gravidez, que é quando Rosemary deixa de ser tão ingenua e submissa ao marido. A leitura flui e é bem tranquila, além de ser maravilhoso ir juntando as peças e criando teorias ao longo da história. Rosemary evolui e passa a ser uma mulher mais dona de si, mais ativa, enquanto os outros personagens ficam naquele abismo de mesmice, e é ai que o autor nos pega. O final é definitivamente imprevisível. Creio que a maioria já saiba como termina pois o filme é famoso, mas a partir do momento em que você ignora isso e se envolve com a história, é uma grande surpresa perceber que nada era como você pensava e que o tédio ali era só uma fachada.

Imagino que deve estar parecendo que não gostei do livro, mas eu gostei muito! Recomendo muito que você leia naquele momento de ‘ressaca literária’ ou entre um calhamaço e outro, porque sério, é uma leitura muito rápida e gostosa! Fez com que um dia super chato tivesse um pouco de emoção hahah

Até o momento li três livros da minha TBR, logo volto pra falar deles. E vocês, o que tem lido?

—-

Quer receber as atualizações do blog de forma mais prática?

2833582_orig  Siga no instagram: @theroom1408

Lembrando também que você pode se inscrever ali no canto pra receber um e-mail avisando quando tiver post novo ->

Follow my blog with Bloglovin

Anúncios

3 comentários em “O bebê de Rosemary, de Ira Levin

  1. Preciso ler esse livro, lembro que era pequeno, dormia na sala onde tinha a única televisão da Família e meus pais assistiam a esse filme achando que eu estava dormindo… Assistia com o lençol quase cobrindo o rosto… Na cena final não tive coragem de ver o bebê e cobri o rosto com medo… Tentei gravar no videocassete uma vez que estava passando mas não gravou o final… Melhor ler o livro… No momento estou lendo outro terror que não tive coragem de assistir de pequeno e estou adorando… It… O palhaço Pennywise do King…

    Curtir

Vamos conversar :D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s