#12mesesdepoe – METZENGERSTEIN

Olá!
O conto Metzengerstein, de Edgar Allan Poe, seria o conto a ser lido no mês de Janeiro. Como eu entrei atrasada no desafio de leitura, como já falei aqui, vou ler os contos correspondentes aos meses certinhos daqui pra frente, e os contos referentes aos meses que já passaram eu vou lendo aos poucos e postando um a cada mês, até dezembro. Dá certinho, né? Portanto, serão dois posts sobre o desafio a cada mês.

gio19800511_19_158

Sempre tenho dificuldade de falar sobre contos, já que o gênero em si já é caracterizado por uma quantidade menor de informações, portanto, com um simples deslize meu eu posso acabar dando spoilers, e longe de mim querer estragar a experiência de leitura pra vocês! Contudo, tentarei falar sobre o que achei do conto de forma a não quebrar o mistério em que ele está envolto.

O conto fala sobre duas famílias rivais e sobre como, repentinamente, o jovem barão da família mais rica fica fissurado por um cavalo, chegando ao ponto do cavalo ser a única companhia que ele deseja. Vale ressaltar que, no ínicio do conto, Poe nos fala brevemente sobre uma superstição húngara acerca da metempsicose, que está definida no wikipedia como “[…] o termo genérico para transmigração ou teoria[1] da transmigração da alma, de um corpo para outro, seja este do mesmo tipo de ser vivo ou não”; e fala também sobre uma antiga profecia envolvendo as duas famílias.  Ao longo do conto essas duas coisas não são mais mencionadas em momento algum, porém, cabe ao leitor encaixar as peças do quebra-cabeça e perceber que ambas têm um papel fundamental no desenrolar dos acontecimentos.

Duas famílias rivais, uma profecia, metempsicose… Vindo do Poe, você já sabe o que esperar, certo? Errado! Por mais acostumado a ler Poe que você esteja, ele sempre encontra uma forma de surpreender. Ao terminar a leitura eu tive a certeza de que foi um dos contos mais interessantes que já li, é íncrivel como um conto tão pequeno desperta diversas opiniões e teorias. Só o fato de ter metempsicose já me surpreendeu, estava familiarizada com outros termos e características recorrentes nas obras do autor, mas esse conto foi algo totalmente novo para mim.

Creio que os leitores que gostam que o autor dê tudo mastigadinho, que explique o porque de cada acontecimento e que não dê chances de formular outras hipóteses, não gostarão desse conto – ou de Poe no geral – o que é uma pena, pois é fantástico ler um autor que possui uma narrativa tão rica que podemos tirar diversas conclusões diante de tudo o que ele nos oferece.

Leiam, leiam e leiam! Vale muito a pena

ps:  Normalmente, quando lemos e nos deparamos com palavras ou referências que não conhecemos, é possível continuar a leitura e deduzir o significado, mas, se tem uma dica que eu posso te dar, é: não faça isso ao ler Poe. Cada referência mencionada por ele contém um significado que enriquece muitíssimo a construção do enredo e dos personagens, o que faz com que você tenha um entendimento mais profundo do conto.

Imagem retirada do link: https://corrierino-giornalino.blogspot.com.br/2010/11/lultimo-dei-metzengerstein.html Aparentemente, é uma versão em quadrinhos do conto, mas está em italiano.

 

Anúncios

Um comentário em “#12mesesdepoe – METZENGERSTEIN

Vamos conversar :D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s